Congresos de la Universitat Politècnica de València, Systems & Design: Beyond Processes and Thinking

Por defecto: 
Projetar a Forma: uma proposta de ferramenta metodológica para o direcionamento da sintaxe visual no design de moda
Maria Celeste de Fátima Sanches, Bernabé Hernandis Ortuño, Sergio Regis Moreira Martins

Última modificación: 18-07-2016

Resumen


O enfoque deste artigo, recorte de pesquisa de doutoramento desenvolvida em parceria entre (identificação das instituiçoes omitida para revisão), aborda o âmbito do ensino de projeto em graduações de design de moda. Com ênfase na investigação de metodologias para gerir o processo projetual, propõe estratégias facilitadoras da sintaxe visual para a configuraçao de artefatos de vestuário de moda. Para isso, parte de uma pesquisa exploratória, de base bibliográfica e documental, em que se analisa o sistema de interações construído entre vestimenta e usuário, para demonstrar que as relações estabelecidas no sistema corpo-artefato-ambiente se distribuem em fatores de adaptação física, expressão individual e representação social. Deste modo, situa o vestuário de moda como um espaço de vivências sensoriais que produz significações e enfatiza a dimensão estético-simbólica como quesito essencial no planejamento da experiência de uso deste tipo de produto. Tal perspectiva corrobora a relevancia de ferramentas metodológicas que propiciem a síntese de códigos expressivos para guiar a composição formal, com vistas à articulação entre as dimensões material e informacional do artefato projetado, uma vez que a informação (conteúdo) é transmitida pela sintaxe dos elementos da configuração (forma). Sobre esta plataforma, o artigo relata as bases teóricas, a proposição e a aplicação de uma ferramenta destinada à geração de conceitos formais na prática projetual do design de moda. A explanação integra fundamentos acerca da gestão sistêmica do projeto, do pensamento visual e das técnicas de síntese imagética, para examinar apreciações em campo e discutir a efetividade da referida ferramenta. Os resultados reforçam a hipótese de que a combinação de métodos que exploram o pensamento visual pode facilitar a visão sistêmica do processo projetual, auxiliando os estudantes na percepção das diversas variáveis que influenciam a composição formal de um produto e, por conseguinte, na síntese de relações sintático-semânticas para impulsionar a geração formal. Ainda que os resultados se refiram às aplicações práticas no universo acadêmico do design de moda, as mesmas estratégias poderiam ser estendidas a outras experimentações, visto que as ferramentas de síntese visual favorecem a percepção de conexões simultâneas e, como meio de organização cognitiva, facilitam a expressão de abstrações e a síntese de conceitos.

DOI: http://dx.doi.org/10.4995/IFDP.2016.3269


Palabras clave


design de moda, projeto, metodologia, ensino, síntese visual

Texto completo: PDF