Polytechnic University of Valencia Congress, INNODOCT 2018

Font Size: 
O envolvimento das crianças em contexto de 1.º Ciclo do Ensino Básico
Maria Luísa Azevedo, Cristina Mesquita

Last modified: 20-05-2019

Abstract


São várias as abordagens pedagógicas que sustentam a importância de valorizar a criança como participante ativa no seu processo de aprendizagem, reconhecendo as suas competências. Neste sentido enfatizamos os contributos de Dewey e Bruner relativamente à aprendizagem participativa e experiencial. Estas abordagens, denominam a criança como investigadora, uma vez que aprende com base no questionamento e seguindo um procedimento investigativo formal. Havendo outros estudos que evidenciam que, quando a criança está envolvida, está a aprender. A partir desta abordagem, este estudo analisa o impacto das estratégias pedagógicas promotoras da descoberta e da investigação no envolvimento das crianças em contexto do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Para tal foram desenvolvidas e implementadas experiências de ensino-aprendizagem com um grupo crianças com nove anos. A ação desenvolvida focalizou-se no trabalho investigativo, analisando o envolvimento destas. A recolha de dados foi realizada através da observação, a partir da Ficha de Observação das Oportunidades Educativas e de acordo com os procedimentos descritos no manual Desenvolvendo a Qualidade em Parcerias de Bertram e Pascal. Da análise dos dados resulta que, apesar do nível de envolvimento se encontrar abaixo do indicado por Laevers (1995), as crianças têm maiores níveis de envolvimento, questionam mais e interagem melhor quando implicadas em atividades que as impelem a agir, explorar e refletir. Salienta-se, ainda, que, se a criança estiver em ação, tem maior probabilidade de estar envolvida e, consequentemente, mais oportunidades de pensar e de aprender.

Keywords


Envolvimento; Ação e descoberta; Investigação qualitativa

Full Text: PDF